Há cerca de um ano (25/07/2016),  publicamos matéria referente às “SPUTNIKS”, par de luminárias de chão idealizadas pelo designer Alfredo Bariani (v. www.perezeprado.com.br).  Retomamos o tema das luminárias, com especial destaque, agora, para as de mesa das décadas de 1950, 60 e 70.  Iniciamos com o par em jacarandá e acrílico criado por Percival Lafer (São Paulo, 1936).  Nitidamente harmonizadas com os móveis da L’Atelier, do arquiteto Jorge Zalszupin*, marco na história do mobiliário brasileiro, apresentam quatro lados, dois dos quais em placas de acrílico vermelho de cantos arredondados, unidas por dois retângulos de lambris de jacarandá que se sobrepõem em relevo (vale mencionar que o Palácio do Buriti, em Brasília, possui uma parede de lambris, construida identicamente, na década de 1970).  O par, que mede 44,5 X 26 X 22 cm, complementa perfeitamente ambientes modernos e arrojados.

Quanto ao autor, Percival Lafer graduou-se em arquitetura pela Universidade Mackenzie, em São Paulo, e assumiu, juntamente com os irmãos, a fábrica de móveis Lafer de seu pai, fundada em 1927.  Não pôde, assim, dedicar-se inteiramente à arquitetura, conforme era o seu desejo, tendo realizado, no entanto, vários projetos para amigos.  Destaca-se, portanto, no desenho de mobiliário urbano e de componentes arquitetônicos, dos quais o par de luminárias de mesa, ora oferecidos por Perez & Prado a amigos e clientes, são um bom exemplo da sua criatividade.

* Perez & Prado conta com considerável acervo de móveis L’Atelier.

Ney Prado, curador de artes e antiguidades